SPFW Verão 2013, Dia 6

Com o desfile do estilista Samuel Cirnansck, chegou ao fim no último sábado, 16 de junho, a edição de verão 2013 do SPFW.

As apresentações começaram em um cenário inusitado. Um ferro velho no bairro paulistano da Mooca serviu de cenário para o show da Cavalera, cuja coleção foi repleta de silhuetas amplas, jaquetas e tops estruturados, saias com volume e bermudas do tipo ciclista.

André Lima mostrou vestidos exuberantes em cores intensas e poderosas estampas. Também houve espaço para a alfaiataria, com calças, macacões e camisas.

Têca, da estilista Helô Rocha, fez sua estreia na semana de moda paulistana com uma coleção inspirada no livro Volta ao Mundo em 80 dias. Como resultado, surgiram estampas e acessórios com elementos como bússulas e balões.

Cavalera, André Lima e Têca por Helô Rocha.

O trabalho do artista plástico Hélio Oiticica inspirou a estilista Fernanda Yamamoto, que investiu na geometria, presente nas estampas e nos shapes.

Estampas multicoloridas e psicodélicas surgiram no desfile irreverente e cheio de peças extravagantes da Amapô. Houve espaço também para vestidos assimétricos com muitos babados e franjas de canutilhos.

Encerrando o dia, e também a temporada, Samuel Cirnansck colocou um exército de ninfas na passarela. Em sua coleção de verão 2013, o estilista abusou dos bordados com pedras, cristais e pérolas, reforçando sua veia delicada, detalhista e artesanal.

Fernanda Yamamoto, Amapô e Samuel Cirnansck.

Anúncios

SPFW, Verão 2013, dia 5

O quinto e penúltimo dia de SPFW começou com o desfile de Reinaldo Lourenço, que nesta temporada foi buscar inspiração nas lanchas de luxo e no mar Mediterrâneo. Surgiram na passarela vestidos geométricos, shapes à la anos 1960 e conjuntinhos arquitetados.

Em sua segunda participação na semana de moda paulista, Rodrigo Rosner incorporou referências da Hungria do século 19 e mostrou vestidos esvoaçantes. O branco reinou com pinceladas de turquesa e laranja.

Tecnologia, física quântica e 2035 serviram de inspiração para Gloria Coelho, que mostrou um verão com toques de feminilidade presentes em detalhes transparentes e saias evasê.

Reinaldo Lourenço, R. Rosner e Gloria Coelho.

Alexandre Herchcovitch apresentou suas propostas masculinas para o verão 2013 com uma coleção inspirada na 2ª. Guerra Mundial. O estilista mostrou casacos de inspiração militar, calças de barra curta e estampas de foguetes, aviões e esqueletos.

Vitorino Campos estreou no SPFW com uma coleção minimalista, pontuada por tons de preto e branco. As criações do designer passearam entre a feminilidade extrema (com vestido acinturados e saias rodadas) e a rigidez (nas calças cigarrete e tops estruturados com mangas que lembravam quimonos).

Encerrando o dia, Lino Villaventura mostrou peças cheias de recortes geométricos carregados de sensualidade. Longos bordados, franjas, saiotes com tule e decotes deram o tom da apresentação.

Alexandre Herchcovitch, Vitorino Campos e Lino Villaventura.

SPFW Verão 2013, Dia 4

Neon deu início ao quarto dia da edição de verão 2013 do SPFW. Com um desfile fora do prédio da Bienal, a marca levou para o meio do Parque do Ibirapuera sua coleção, que veio cheia de tecidos esvoaçantes e mix de estampas.

João Pimenta foi o representante da moda masculina e levou para a passarela uma coleção inspirada na Festa de Reis, tradicional comemoração mineira. Como proposta, peças ajustadas ao corpo, ternos com costuras que modelavam a silhueta e calças com boca ajustável.

Um mix de Studio 54, célebre casa noturna dos anos 1970, e a personagem de Michelle Pfeiffer no filme Scarface, de 1983, serviu de norte para o verão de Juliana Jabour, que teve o o colete usado com saia rodada como look chave da estação.

Neon, João Pimenta e Juliana Jabour.

Na onda da Rio+20, que acontece no Rio de Janeiro, Jefferson Kulig saiu na frente na corrida sustentável e levou tecidos biodegradáveis para a passarela. Tafetá, seda, algodão e couro passaram por um processo enzimático antes de serem utilizados, tudo em prol da sustentabilidade.

Para a Osklen, o verão não tem fim, e a coleção, intitulada Endless Summer, teve looks brancos monocromáticos, couro texturizado e acessórios de impacto.

Com a sul-africana Candice Swanepoel na passarela, a Colcci encerrou o dia com um desfile inspirado no surf old school. Na passarela, fizeram sucesso a calça capri, as estampas praianas e a padronagem paisley.

Jefferson Kulig, Osklen e Colcci.

Fonte: modaspot.abril.com.br

SPFW Verão 2013, Dia 3

O terceiro dia de SPFW começou com uma viagem à Turquia. Liana Thomaz, da Água de Coco, foi até Istambul e Capadócia e de lá trouxe as fotos que estamparam os biquínis e maiôs da marca.

A essência minimalista, tão característica da UMA, esteve presente em todo o desfile de verão 2013 criado pela estilista Raquel Davidowicz. As cores neutras, como preto, branco e cinza, reinaram.

Água de Coco e UMA Raquel Davidowicz.

Adriana Degreas levou para a Bienal, no Parque do Ibirapuera, um dia de sol na Bahia. Inspirada em escravas negras, a coleção da estilista teve looks brancos e fluidos, uma homenagem aos orixás, além de muitas texturas.

Para encerrar o dia, a Forum retornou ao SPFW após seis anos sem desfilar. Para marcar sua volta, a marca apostou em uma bela coleção repleta de referências ao Brasil, de Norte a Sul.

Adriana Degreas e Forum.

SPFW Verão 2013, Dia 2

O desfile da estilista Paula Raia, foi permeada por vestidos longos e decotes que deixavam as costas nuas.

Um mergulho noturno serviu de inspiração para a Ellus, que apostou em peças com aspecto molhado e jaquetas perfecto revisitadas, ora sem as magas, ora com modelo mullet, aquele com a parte traseira um pouco mais comprida.

A estilista Tininha da Fonte, da Movimento, resolveu fazer uma fusão entre o militarismo e o colorido dos trópicos para o verão 2013 de sua grife, o que resultou em formas utilitárias e uma explosão de estampas tropicais.

Paula Raia, Ellus e Movimento.

A água, fonte de inspiração de Valdemar Iódice, apareceu em todos os momentos do desfile de verão 2013 da marca, desde a abertura (com um telão mostrando bolhas num fundo azul), passando pela estampa (que foi criada a partir da ideia de um pingo caindo no nanquim e espalhando a tinta), até o movimento das saias de gazar suíço (esvoaçantes e transparentes).

Finalizando o dia, Ronaldo Fraga emocionou o público com seu retorno à semana de moda após pular a edição de inverno 2012. Como de costume, o estilista foi buscar na cultura brasileira inspiração para suas peças e o Pará foi o escolhido da vez. Como resultado, surgiram peças com pegada de alfaiataria desconstruída e muitas estampas.

Iódice e Ronaldo Fraga

SPFW Verão 2013, Dia 1

A edição de verão 2013 do SPFW começou nessa segunda-feira, 11 de junho, com o desfile da Animale, que pela segunda vez trouxe para o Brasil a belíssima britânica Rosie Huntigton-Whiteley. Na coleção, muitos tons terrosos e dourado, tudo em sintonia com a inspiração da marca, que foi buscar nas savanas africanas ideias para o verão nacional.

Alexandre Herchcovitch bebeu na fonte dos anos 1980 e no visual do cantor Boy George e mostrou peças repletas de formas arredondadas e rígidas, tão típicas da década, mas com um ar mais fresco, graças aos tecidos nobres, como o tafetá de seda e o jacquard.

Eduardo Pombal, estilista da Tufi Duek, optou por um verão fluido e cheio de movimento. Flores criadas com babados adornaram peças e as fendas das saias e as calças sequinhas surgiram como propostas para alongar a silhueta.

Animale, Alexandre Herchcovitch e Tufi Duek.

Uma coleção sensual, permeada por muitas transparências, recortes, fendas e decotes, apareceu na passarela da FH por Fause Haten. Vestidos supercoloridos acompanhados de capas de tafetá de seda abriram a apresentação, propondo um verão repleto de cores.

Para encerrar o dia, a Triton fez uma viagem a Tóquio e apostou em um verão repleto de símbolos urbanos. A alfaiataria surgiu revisitada com assimetrias, lapelas em camadas, ombros estruturados e maxivolumes.

Fonte: modaspot.abril.com.br

SPFW Verão 2013: data, local e outras informações


Fonte: www.gnt.globo.com/moda

A 33ª edição do SPFW, que apresenta as coleções para o verão 2013, acontece entre os dias 11 e 16 de junho, no Pavilhão da Bienal, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo.

Entre as novidades desta edição destacam-se o retorno de Ronaldo Fraga,Paula Raia e Forum, e as estreias de Vitorino Campos e Têca por Helô Rocha.

Segundo nota oficial, o SPFW "acredita na criatividade e inovação como instrumentos capazes de abrir espaço para a expressão individual e coletiva, articulando moda, arte e design no sentido de resgatar manifestações cotidianas e vínculos perdidos". Esta edição do SPFW pretende, ainda, fomentar o debate sobre a sustentabilidade dos pontos de vista econômico, social e cultural.

Calendário de moda brasileiro passa por mudanças

As datas do Fashion Rio e do SPFW sofreram alterações e, a partir de 2013, as coleções de verão são apresentadas na segunda quinzena de março, enquanto as de inverno sobem às passarelas na segunda quinzena de outubro.

Para ajustar o novo calendário, excepcionalmente, será realizada uma terceira edição dos eventos já em outubro deste ano (2012). As datas serão anunciadas oportunamente assim que for finalizada a implantação do novo planejamento operacional.

Já há algum tempo vem sendo discutida a necessidade de se repensar as datas do calendário da moda no Brasil de forma a potencializar estratégias e resultados nas várias etapas de lançamento, alinhando mais uma vez todos os elos envolvidos, como foi feito em 1996. Nos últimos anos a demanda e as conversas nesse sentido se intensificaram.

"Temos uma grande oportunidade neste momento de efetivar as mudanças pretendidas," explica Paulo Borges em comunicado oficial. "De um lado porque as datas já estão sendo revistas em função dos grandes eventos internacionais que o Brasil vai sediar; e, mais do que nunca, as marcas e a cadeia produtiva da moda estão maduras para essa grande transformação."

Data: de 11/06 a 16/06
Local: Pavilhão da Bienal, Parque do Ibirapuera – Av. Pedro Álvares Cabral s/n / SP

VEJA O CRONOGRAMA DO EVENTO: