Como se classificam os perfumes

O perfume é uma mistura de óleos essenciais aromáticos, álcool e agua, utilizado para proporcionar um agradável e duradouro aroma a diferentes objetos, principalmente, ao corpo humano.
O perfumista usa a fantasia e o nariz para criar fragâncias marcantes, que podem reunir até 300 matérias-primas. É capaz de distinguir mais de 3 mil cheiro e consegue combiná-los em uma quantidade ilimitada de fórmulas. Como um maestro compões as diferentes notas, e sua mistura resultada no acorde ou na harmonia da fragância, imaginando o papel em que cada ingrediente terá em sua composição olfativa. A força de um perfume depende da concentração de extrato aromático e das matérias-primas usadas em sua composição. Transformar esse mix em sucesso está nas mãos dessa categoria restrita e valiosa de profissionais, que ganha salários astronômicos para desenvolver essências sob encomenda.
Classificação pela Concentração
A concentração de uma fragrância pode ser classificada de acordo com a quantidade de óleos aromáticos diluídos em um solvente (mais comumente etanol e água):
Parfum (extrato de perfume): a forma mais concentrada, de 20% a 40% (~25%) de compostos aromáticos (essência).
Eau de parfum (deo perfume): de 12 a 18% (~15%) de compostos aromáticos (essência).
Eau de toilette: de 8 a 14% (~10%)de compostos aromáticos (essência).
Eau de cologne (deo colônia): 3 a 7% (~5%), baixa concentração de essências (essência).
Splash Perfumes:  de 1% a 2% (~1,5%) de compostos aromáticos (essência).
Fórmulas Básicas
 Parfum: álcool de cereais (95%Vol Etanol): 64% propilenoglicol: 3% água deionizada: 8% a 12% essência: 20 a 40% (~25%)
Eau de parfum: álcool de cereais (95%Vol Etanol): 75% propilenoglicol: 2% água deionizada: 8% a 12% essência: 12 a 18% (~15%)
Eau de toilette: álcool de cereais (95%Vol Etanol): 80% propilenoglicol: 2% água deionizada: 8% a 12% essência: 8% a 14% (~10%)
Eau de cologne: álcool de cereais (95%Vol Etanol): 85% propilenoglicol: 2% água deionizada: 8% a 12% essência: 3 a 7% (~5%)
Splash Perfumes: álcool de cereais (95%Vol Etanol): 85% propilenoglicol: 2% água deionizada: 8% a 12% essência: ~1%
Principais Famílias Olfativas
As fragrâncias classificam-se em:
Cítricos Florais: quando utilizam matérias-primas extraídas de cascas de frutas tais como lima, limão, laranja, pomelo, tangerina, mandarina, entre outras. Também denominam-se “frutados”.
Florais Aldeídos: a matéria prima é extraída das flores naturais ou desenvolvida sinteticamente em laboratórios. As notas tem caráter delicado, sutil e discreto.
Fougère: elaborado a partir de matérias-primas leves e frescas, normalmente extraídas de madeira, por isso são conhecidos como amadeirados, e a elas se juntam a mistura de álcoois, tubérculos e raízes. São muito utilizados em fragrâncias masculinas.
Chipre Florais: fabricados com matérias-primas advindas de musgos, normalmente do carvalho. São os perfumes mais clássicos e sofisticados.
Orientais Florais: suas misturas são constituídas normalmente das tuberosas, baunilha, patchouly, ylang ylang. Inspiram sofisticação, são marcantes, misteriosos e super sensuais.
Couros Secos: fragrâncias extremamente secas, com características dominantes. Suas matérias primas são extraídas do tabaco, de madeiras, couros, musgos etc.
Aldeídos Florais: geralmente são misturas sintéticas, também usadas nos perfumes muito clássicos e sofisticados. Possuem um certo frescor inicial característico e picante.
Aromáticos Secos e Frutados: são misturas de secos e frutados, que criam uma fragrância híbrida. Geralmente usam condimentos como cominho, estragão e manjericão, além de especiarias como o cravo, canela, noz-moscada e até mesmo a pimenta.
Classificação
A força de um perfume depende, basicamente de concentração de matérias-primas ulitizadas em sua concepção. Do ponto de vista técnico, consiste na mistura de vários ingredientes voláteis dissolvidos em alcool, que se espalham no ar em temperaturas normais. Pela origem a palavra perfume aplica-se se somente ao tipo de composição que contém a mais alta proporção de extrato aromático com o menor teor de alcoól possível. As outras combinações quase sempre levam um pouco de água na fórmula. Essa concentração portanto é fator determinante na nomenclatura. É comum ouvir falar em fragâncias com forte – ou fraco – poder de fixação, ou seja que persistem – ou não – por várias horas. Mas o efeito não é merito de um agente fixador, como há quem acredite. Na verdade, a fixação se deve às notas de base – ou de fundo. Elas são ingredientes mais densos e persistem, capazes de atuar na composição de modo a proporcionar uma difusão mais lenta.
Notas de Saída (Cabeça)
A introdução. A impressão inicial, elaborada para despertar o interesse, são as notas mais leves aquelas que “escapam” do frasco. Ingredientes ligeiros e voláteis que evaporam rapidamente, são sentidas logo após após a sua aspersão, vão direto paras as narinas. São notas frescas como limão, bergamota, laranja, pinho, lavanda e eucalipto.
Notas de Coração (Corpo)
O centro, a alma, a personalidade do perfume, são notas que expressam o tema principal da fragância. Menos voláteis, evaporam mais devagar, são sentidas assim que o perfume “desaparece” sobre a pele. São notas mais encorpadas como as de flores, folhas e especiarias.
Notas de Fundo (Base)
Garante o poder de fixação de uma fragância, são notas que definem o cheiro que se difunde na pele. Poucos voláteis, os ingredientes evaporam lentamente, é o último acorde a ser percebido e o que permance por mais tempo. São notas densas, como as deresinas, de madeiras e as de origem animal.
Ingredientes
As flores são efetivamente, as principais fontes de inspiração para os perfumistas. No entando os óleos essencias usados na elaboração de um perfume pode vir também das raízes, caules, folhas, sementes, frutos, resinas, cascas de árvores, entre outros, o que proporciona um leque limitado de combinações. A laranjeira por exemplo oferece o neroli (extraído das flores), óleo cítrico (obitido da casca da fruta), e petitgrain (oriundo de folhas e galhos). Em meio a tantas possibilidades, cabe ao perfumista decifrar harmoniosas composições e interpretar o mistério da metamorfose que cada nota – ou tom – irá gerar em um novo acorde. Essa não é fácil. Há um século existiam cerca de 150 ingredientes que poderiam ser usados na fórmula de uma fragância. Atualmente esse número saltou para mil extratos naturais e, graças aos avanços da química, há mais de 3.000 opções em sintéticos, que são a base de muitos perfumes modernos.
Matérias-Primas Naturais
Os óleos essenciais são obtidos por destilação de flores, plantas e ervas, tais como a lavanda (alfazema), rosas, jasmim, sândalo, frutas cítricas, bergamota etc. O perfume de jasmim se obtem através de um processo chamado “enfleurage”, que consiste em impregnar as substâncias aromáticas em cera e depois extrair o óleo com álcool. Também são utilizados compostos químicos aromáticos.
Os fixadores que aglutinam as diversas fragrâncias incluem bálsamos, âmbar cinzento e secreções glandulares de civetas e cervos almiscarados. Estas secreções sem diluir tem um odor desagradável, porém em solução alcoólica atuam como conservantes. Atualmente, estes animais estão protegidos em muitos países, por isso, os fabricantes utilizam almiscares sintéticos.
Flores
Não é por acaso que fragância é praticamente um sinônimo de flor. É com seu aroma que a maioria dos perfumistas compões as suas criações.Rosa e jasmim, por exemplo, são consideradas os pilares da perfumaria. Tuberosa, Ylang-ylang e Flor de laranjeira, ou neroli, também tem seu lugar de destaque. Outras espécies se juntam nessa valiosa fonte de inspiração: calêndula, champaca, frangipani, gardênia, gerânio, íris, jacinto, lavanda, lilás, frésia, lírio, lírios do vale (ou muguet), madressilva, narciso, mimosa, osmanthus e violeta.
Raízes e rizomas
Resultam em essências notáveis, como a de gengibre, valeriana e vetiver. Este muito usado na perfumaria é um tipo de planta com raízes fortes e fibrosas que oferece um cheiro de terra com um toque amadeirado.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s